Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Capitais de São Paulo e Rio de Janeiro prorrogam a quarentena

Nesta quinta-feira (30), foi decidido pelo prefeito da cidade de São Paulo, Bruno Covas, junto com o Secretário da Saúde da cidade, Edson Aparecido, a prorrogação do isolamento social a partir do dia 10 de Maio e adoção de medidas mais rígidas.

Entre as novas restrições está o bloqueio de algumas vias da cidade que dão acesso para as regiões mais afetadas pelo Coronavírus, como o distrito de Brasilândia que é o mais afetado da capital paulista, onde já foram registradas 81 mortes até o último dia 24.

São Paulo ainda não aderiu o isolamento social como deveria, nos últimos dias, apenas 48% da população mostraram respeitar a quarentena, um porcentual muito baixo que acabou resultando no aumento de notificações diárias da doença, que passou da média de 812 notificações por dia, para 3400 notificações, segundo a Secretária Municipal da Saúde.

Lembrando, que segundo o Ministério da Saúde, o pico do Coronavírus no Brasil deve chegar no próximo mês de Maio.

No Rio de Janeiro a situação é quase a mesma. O prefeito da capital carioca, Marcelo Crivella, confirmou hoje que a quarentena deve permanecer em rigor pelo menos até o dia próximo dia 15, e algumas medidas restritivas devem ser mais rígidas.

“A curva de óbitos [diária] que era de oito, nove pessoas, subiu na semana passada para 15 pessoas, sobretudo as com comorbidades. Em Nova York esse número chegou a 93. Então, vamos manter o isolamento até ela baixar. E se preciso, endurecer ainda mais essas medidas”, disse Crivella.

Na cidade, apenas serviços essenciais devem funcionar mas respeitando horários especiais evitando aglomerações e lotação no transporte da capital.

Deixe seu comentário: